publicidade
Blog Quem Bahia

Por João Mascarenhas

Batista Cruz

Castração de cães e gatos é arma eficiente contra a superpopulação GG

28 ago 2019

| 17:27h | Batista Cruz
Castração de cães e gatos é arma eficiente contra a superpopulação GG

As 300 castrações e esterilizações de cães e gatos realizadas gratuitamente pelo CCZ (Centro de Controle de Zoonoses) de Feira de Santana no primeiro semestre, em parceria com a Associação Protetora dos Animais, contribuirão para o controle populacional destes animais. 

A quantidade de filhotes em cada ninhada está relacionado a variáveis, como raça, idade e porte, entre outros fatores. Estima-se que uma castração evita o nascimento de dois mil cães.

 “Daí a necessidade da castração, principalmente dos cães e gatos errantes”, disse a coordenadora do CCZ, a veterinária Mirza Cordeiro. Nos machos os testículos são retirados e nas fêmeas é feita uma histerectomia, que é a remoção do útero.

Apenas foram submetidos ao processo cirúrgico animais abandonados que fizeram algum tratamento de zoonose no CCZ ou levados pela APA (Associação de Proteção aos Animais). A castração é a ferramenta mais eficiente para evitar a reprodução descontrolada.

Estima-se que um cão gere algumas centenas de descendentes em dois ano – filhos, netos, bisnetos... que também começam a ter seus próprios filhotes e descendentes em todos os níveis. As ninhadas são exponenciais. 

As populações destes animais aumentam porque as cadelas entram no cio a cada seis meses e o período de gestação dura, em média, 63 dias. As gatas tem período de gestação de apenas nove semanas.


JOÃO BATISTA CRUZ

Colaborador

Florestano de nascimento, coração rodelense e alma feirense definem este admirador de forró, de músicas dos anos 80 e de autores nordestinos . Com  27 anos, ele trocou administração de empresas pelo jornalismo. O fogo da paixão que nutre pela profissão é alimentado diariamente pela reportagem e pelo incentivo dado pelo irmão Anchieta Nery, também jornalista e professor universitário. Descendente dos tuxás, tribo ribeirinha do São Francisco, torce pelo Verde no clássico anual disputado no feriado da Independência, em Rodelas, e pelo Bahia.

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Quem bahia. É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ ou direitos de terceiros. Comentários postados que não respeitem os critérios podem ser removidos sem prévia notificação.



Revista

REVISTA QUEMBAHIA.COM

Arquivo de Matérias



Publicidade

Podcasts

Rui Costa comemora geração de empregos na inauguração da nova loja da Cesta do Povo no Ogunjá

Minha Figura
00:00
Download

Cacilda Miranda falo sobre valorização do idoso na semana festiva em Feira de Santana

Minha Figura
00:00
Download
Ver todos os Podcasts

Fotos

Twitter

© 2009 - 2019. QuemBahia.com - Todos os direitos reservados.     Painel administrativo.